Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?

View Gallery
15 Photos
Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Thais Carla

Thais Carla, bailarina da Anitta, no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Youtubers Bernardo Boëchat, Alexandra Gurgel, Adriano Nunes com CEO Mais Pano Leone Masiero e sua mulher, Lidiene, no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Blogueira Alice Primo no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Leone Masiero, CEO da Mais Pano, no evento da marca, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Eduardo Rodrigues, garoto-propaganda da Mais Pano, no desfile da marca, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Youtubers Alexandra Gurgel e Adriano Nunes no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

DJ Raul Aro, que fez o som no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Empresária Flávia Durante (PopPlus) no evento da Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Empresária Larissa Alves (Hashtag Bazar Plus Size) no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Youtuber Bernardo Boëchat no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Donos da loja Ackon Wears Youtubers Alexandra Gurgel e Adriano Nunes no evento da marca Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Modelo desfila na passarela da Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Modelo desfila na passarela da Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Grupo Ballet Plus Size dançando no evento da Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

Marca Mais Pano de cara nova, com roupa até 80: seria o pontapé que a moda plus size masculina precisava no Brasil?
Fotos HS Produções & Eventos/ fotógrafos: Hilton Vinícius Ribeiro e Thiago Drummond

Modelos após o desfile da Mais Pano, em São Paulo, dia 1º de julho de 2017

No sábado, dia 1º de julho, rolou em São Paulo o lançamento do novo posicionamento da marca plus size masculina Mais Pano, que existe desde 2011, mas agora está com uma nova pegada: roupas de confecção própria, com estampas exclusivas, bom caimento e – vamos celebrar! – que vestem dos tamanhos 48 ao 80!

O evento reuniu uma galeria linda no calçadão Urbanoide, na Augusta, point paulistano, com direito a show de stand up comedy, apresentação de dança da maravilhosa Thais Carla (bailarina da Anitta) e do Ballet Plus Size, além, é claro, do desfile com modelos maaaaravilhosos, de todos os tons de pele, tipos de cabelo e formatos de corpos! O JuRomano.com esteve lá e nós conversamos com o dono da marca, influenciadores, a empresária Flávia Durante e com o garoto-propaganda, Eduardo Rodrigues.

E a pergunta do momento é: será que a moda plus size masculina está vindo, mesmo, para ficar e fazer um barulho no segmento? Se liga!

De onde surgiu a vontade de criar uma marca plus size masculina que vai até o tamanho 80? 

Segundo o fundador da marca, Leone Masiero, a Mais Pano deixou de ser apenas uma revendedora e assumiu agora o posto de marca própria depois de 6 anos trabalhando com o público masculino plus size. “Nós percebemos que o homem gordo só vestia o que servia, não o que ele escolhia, e precisávamos fazer algo”, afirma, explicando que o objetivo da marca é dar voz para esses caras. “Nós trazemos soluções para isso. Agora, ele vai escolher e vestir o que ele quiser”, conta.

Eduardo Rodrigues foi o modelo plus size escolhido como garoto-propaganda da Mais Pano para representar esses homens 

Para Eduardo, que veste 48, a sensação de representar os homens gordos é maravilhosa. “Eu já vivi esses problemas para achar roupa, imagina, então, um cara que veste 80? O que me deixa mais orgulhoso é ver um homem desses usando uma roupa que está na moda, podendo escolher o que ele quer usar”, vibra, afirmando que o diferencial da Mais Pano é dar possibilidades. “São peças jovens, de todos os estilos, cores e cortes que estão na moda”, explica.

Poder escolher o que se deseja vestir é o grande pulo do gato da marca. E foi isso, também, que chamou atenção dos influenciadores no evento 

De acordo com o youtuber Bernardo Boëchat, do canal Bernardo Fala, ter marcas que sejam realmente plus size já é um ganho enorme para o segmento. “Muitas usam o termo apenas para uma questão de marketing. Não adianta a gente colocar uma coleção plus se ela não atende as pessoas que precisam, de fato, comprar roupa”, afirma.

“É importante ter uma marca assim para que as pessoas tenham uma boa experiência de compra e não achar que elas não se encaixam em lugar algum. Elas se sentem no direito de se sentir bem com uma roupa no corpo, podendo usar o que gostam”, completa.

O youtuber Adriano Nunes, do canal Dialogay, também fala sobre poder vestir o que se gosta, não apenas o que cabe. “A possibilidade de você poder escolher uma peça de roupa que seus olhos desejaram e ter a certeza que irá caber é um afago na sua autoestima, pois te faz mais estiloso”, conta.

Segundo o modelo plus size Otávio Janecke, desde o momento que soube do novo posicionamento da marca ele ficou encantado. “Eu achei muito legal o fato deles conhecerem moda plus size masculina. Eles se preocuparam em trazer personalidade para as roupas”, diz.

A moda plus size masculina está seguindo o caminho da feminina, que se solidifica cada dia mais no segmento? 

Para a empresária Flávia Durante, os homens estão se movimentando agora, algo que as mulheres fizeram há quase 10 anos. “Eles começaram a se juntar e exigir melhoria nas marcas, aumento de numeração, além dos modelos se unindo em busca de melhores condições profissionais. Hoje em dia a oferta ainda é bem pequena, mas acredito que daqui alguns anos isso muda”, afirma.

Seria esse novo posicionamento da Mais Pano, então, o pontapé para a moda masculina plus size no Brasil? 

Segundo Otávio, sim! “Eu tenho certeza que a numeração até 80 vai entrar no radar de muitas marcas que ainda  estão receosas com o mercado plus size como um todo”, afirma o modelo. “Se as outras marcas não começarem a correr atrás agora elas vão ficar para trás”, completa Eduardo.

Segundo Bernardo, isso começou para que, no futuro, as marcas percebam que as pessoas gordas não são todas iguais. “Espero que surjam lojas físicas para fazer compras de urgência, porque não adianta nada eu ter que esperar um bazar ou comprar pela internet. Se eu preciso de roupa pra amanhã eu tenho que ter aonde ir”, comenta, apontando a necessidade de roupas específicas em tamanhos grandes. “E se eu precisar de um terno, o que faço? A gente tem que parar com essa ideia de que o homem não busca roupa, isso é uma bobagem, porque busca sim!”, diz.

Os problemas relacionados ao homem gordo vão muito além da moda 

Claro, os homens precisam de roupa, mas com toda essa movimentação, Otávio afirma que é necessário ir além. “A vida de um gordo não está só fundamentada na moda. A gente precisa de ambientes preparados para nos receber”, comenta. “Eu, por exemplo, tenho 1,81m, mas já enfrento dificuldade de sentar numa cadeira de avião, sem falar no banheiro da aeronave”, afirma.

Para Bernardo, o mercado plus size é um braço de um movimento que parece ter começado a ganhar alguma tração nos centros urbanos brasileiros. “Ainda lutamos para que pessoas gordas sejam vistas como seres humanos, que merecem não só respeito, mas também acessibilidade e diversas outras questões”, comenta.

“Por isso, ter marcas que se preocupam com esse público é só um dos passos para fazer pessoas gordas entenderem que elas merecem, sim, ter muito mais do que roupa, mas viver em uma sociedade que não julga pessoas de acordo com seus corpos”, finaliza o youtuber.

Conheça a loja da marca de moda plus size masculina Mais Pano e+:
 

Mais Pano;
Kauê;
Cazaco;
Lambuzada;
Umen.

Tem mais para indicar? Conta pra gente!

Alexandra Gurgel

GORDA, JORNALISTA, YOUTUBER E ATIVISTA BODY POSITIVE. Siga lá no Instagram :D INSTAGRAM: @ALEXANDRISMOS

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>





©2013-2016 Juromano - Todos os direitos reservados