Top 6: os links que você precisa ver e ler sobre corpo, aceitação e preconceito

Olá queridas, venho reunindo há algum tempo bons links que falam sobre corpo, aceitação e preconceito, enfim, links que eu gostei de ler e assistir e acho que seria bacana para quem visse também. Alguns já falei por aqui, outros ainda não. Então, divirtam-se ou “reflitam-se” heheh.

1. Como ter um corpo perfeito para o verão, do Gluck Project

 

como-ter-um-corpo-de-verao-gluck-projeto

Escrito por Karin Hueck, uma brasileira morando em Berlim, o texto fala com uma naturalidade linda sobre sua experiência adulta em uma praia de nudismo. Vale muito a pena ler, para pensar em como a gente se prende a algumas coisas culturais que não fazem o menor sentido. Um trecho ótimo “Em algum momento entre minha infância e o verão passado, a minha percepção do que é um corpo bonito ou feio, ou de que tipo de corpo deve ser exposto ao sol, mudou. Alguém me ensinou que só pode tirar a roupa quem tiver “um corpo perfeito para o verão”. Aprendi onde deve haver muita carne, onde não deve haver nenhuma carne; onde deve ter muitos pelos (spoiler: só no alto da cabeça), onde não deve haver pelo nenhum (no resto do corpo). Aprendi até mesmo a identificar conceitos estranhos como estrias, celulites, rugas e flacidez, como se a pele – esse órgão imenso que nos embrulha de alto abaixo – não pudesse guardar nenhuma marca da passagem do tempo. O que será que deu errado?“. Leia o texto na íntegra AQUI.

2. A “mulher mais feia do mundo” e sua lição de vida, por Lizzie Velásquez

 

 

O vídeo da Lizzie é tocante demais, ela tem uma doença raríssima que não permite que ela engorde e, com isso, várias outras deficiências físicas. Ela sofreu muito bullying na vida, mas deu a volta por cima. Apesar dos médicos terem dito que ela não chegaria à adolescência, hoje ela é uma adulta lindíssima e bem resolvida que dá palestras motivacionais e realmente faz muita gente refletir sobre a vida. Sua pergunta principal é “o que te define?”. Aperta o play aí, o vídeo é longo, mas vale cada segundo. 

 

3. Ser gorda é…, por Jéssica Lopes

 

 

Hahahah se não fosse triste, seria muito cômico. Mas a Jéh fala umas boas verdades sobre como é ser gorda, lembrando situações que todas nós já passamos, e no final do vídeo ela deixa pra gente uma reflexão linda. Achei o vídeo bem humorado e digno do play! Veja mais vídeos da Jéh aqui.

 

4. Espelho Torcido, por Luiza Ribeiro

 

 

Eu já falei desse curta AQUI, mas como eu acho ele super tocante, resolvi falar de novo. Nesse curta, sensível e emocionante, Luiza “contesta a definição de um corpo belo mostrando que o sublime se encontra até em corpos esteticamente grotescos”, como define a própria autora. Se você ainda não viu, aperta o play!

 

5. Professores obesos são impedidos de darem aulas, por Keka Demétrio

 

nunca soube o imc

Esse foi o tema que rondou o mundo (plus size ou não) esse mês e gerou muita, mas muita polêmica – e com razão. Caso você não tenha ouvido, professores altamente gabaritados foram e continuam sendo proibidos de dar aulas por causa do IMC (índice de massa corporal) elevado. Como se o nosso ensino público já não fosse ruim o suficiente, ainda os melhores professores (uma passou em 2º lugar no concurso) são proibidos de assumir o seu cargo por puro preconceito. Muita gente pediu para eu comentar o caso, mas eu não conseguiria explicar melhor ou colocar em melhores palavras do que a Keka Demétrio colocou nesse texto AQUI. Também convido você a se juntar à campanha #nuncasoubeoimc.

 

6. “Eu não mereço ser estuprada”: mulheres reagem a dados de pesquisa sobre assédio, por MdeMulher

nao-mereco-ser-estuprada

O texto da Bruna Petean explica o que é o “Eu não mereço ser estuprada” que vem pipocando nas nossas redes sociais e como está sendo a repercussão. Vale a pena ler para entender o panorama geral. Veja o texto na íntegra AQUI.

 

Bom, gatonas, é isso. Espero que gostem dos links tanto quanto eu. Se tiver mais coisas interessantes, manda aí nos comentários ou lá na minha página no Facebook

 

HUÁ HUÁ

BJÓN

Ju Romano

Uma gordinha, de cílios longos e pernas curtas. Defensora da liberdade de ser quem e como a gente é, sempre com muito amor próprio.

1 Comment

Leave a Reply to JULIANA Cancel reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>





©2013-2016 Juromano - Todos os direitos reservados