Warning: file_put_contents(): Only 0 of 10 bytes written, possibly out of free disk space in /srv/users/serverpilot/apps/blog-juromano/public/wp-content/plugins/merge-minify-refresh/merge-minify-refresh.php on line 564

6 dicas para chamar um vestido tubinho plus size de seu

Se tem uma peça que causa medo, terror, aversão e todos os sentimentos de repulsa em uma mulher, essa peça é o tubinho. Não, não é porque ele é feio – que o diga Audrey Hepburn e o imortal tubinho preto – mas simplesmente porque ele é TÃO difícil de vestir que quase ninguém tem paciência (e esperança) de provar.

É verdade que é uma peça difícil e que o corte pode, muitas vezes, ser cruel para as mais curvilíneas, mas uma coisa que a gente não tem por aqui é medo. E para provar que dá sim para as gordinhas vestirem e ficarem ótimas – e sexy, montei um look com um vestido tubinho plus size. E, claro, não queria o bom e velho pretinho básico… Quero logo um com estampa P&B e laterais coloridas!

vestido-tubinho-plus-size

vestido-tubinho-preto-branc

cabelo-moicano-prendedor-ba

vestido-plus-size-tubinho-para-gorda

vestido-tubinho-plus-size-2

maxi-colar-25-de-marco

pulseiras-25-marco

vestido-tubinho-plus-size-3

 

6 DICAS PARA O TUBINHO PLUS SIZE PERFEITO

 

1. Procure modelos que façam o formato do seu corpo

Não adianta querer que aquele modelo liiiiindo que você viu no cabide fique perfeito em você, se você tiver quadris largos e costas finas, enquanto o modelo tem costas largas e quadris finos. Procure modelos lindos SIM, mas que tenham a modelagem pensada para o seu tipo de corpo. Tem quadris largos? Procure um que seja mais largo da cintura para baixo.

 

2. Não tenha medo da costureira (ela não morde, eu juro!)

Amou de paixão o modelo, ele deu certinho em uma metade do seu corpo, mas… Ficou sobrando horrores na outra?! Não tenha vergonha de levar na costureira para fazer ajustes. Compre um que caiba na parte maior do seu corpo (quadris, peitos, barriga, etc) e depois leve a uma costureira para diminuir onde sobrou. Além disso, vai ficar muito mais bonito.

 

3. Não tenha medo de provar e não entrar

Sim, eu sei que a gente sofre muito no provador e que é mais comum sairmos chorando de mãos vazias, do que sair chorando de bolsos vazios. Mas já ouviu aquele ditado “quem não chora não mama”? É exatamente isso. Se você não se arriscar e provar alguma peça fora do comum, NUNCA vai encontrar nada incrível. E procure bem! Nem todas as lojas plus size têm peças boas e nem todas as lojas de departamento têm peças minúsculas.

 

4. Encontre um tecido que vai bem no seu corpo

Experiência própria: tecidos muito estruturados raramente (para não dizer nunca) passam dos meus pneus laterais. Aí já olho a peça fora do cabide para ver a largura dela, se for do tamanho ou um pouquinho menor dos meus quadris, já sei que aquilo não vai entrar nem com reza brava! A solução, no meu caso, é procurar tecidos mais maleáveis, que tenham elastano, por exemplo.

 

5. Não queira se esconder

Eu bem sei que gordinha está acostumada a ouvir que “roupa não deve marcar”. Mas, veja bem, não marcar em lugar nenhum deixa o corpo quadrado e o objetivo do tubinho é justamente deixar o corpo com um formato mais “violão”. Então, marcar os quadris nem sempre é ruim! Afinar levemente na cintura também é bom… O ideal é que o tubinho caia acompanhando mesmo o seu corpo, seja ele magro ou gordo!

 

6. Invista em acessórios incríveis

Antes que alguém diga que tubinho é coisa de avó, principalmente na altura dos joelhos como o meu, já aviso que qualquer roupa, com acessórios certos, pode muito bem ficar fashion e descolada! Invista em maxi colares, para quebrar o padrão longo do vestido, em bolsas mais moderninhas e anéis e pulseiras bacanas. O salto alto também ajuda muito a deixar o look elegante e alongar o corpo.

 

Bom gatonas, estou adorando escrever esses posts com “as XX dicas de alguma coisa” porque não são regras do tipo que a gente vê por aí (tipo “não use isso, use aquilo”). São, na verdade, dicas para você se guiar tanto na hora da compra, quanto na hora de combinar. Espero que ajude e, acima de tudo, encoraje e desperte a ousadia que existe aí dentro, louca para se libertar e sair colorida, linda e sexy pelas ruas. (Notou minha empolgação hoje?!)

 

SERVIÇO:

Vestido tubinho plus size > Rouge Marie (o meu é tamanho 50 – tenho 1,57 de altura e 127 cm de quadril)

Sandália > Shoestock (é de uma coleção mega antiga e já usei aqui)

Bolsa > Olook

Colar > Le Charm

Pulseiras > 25 de março

 

O CABELÓN

Agora, como eu sei que um monte de gente vai perguntar, o meu cabelo está semi-preso com uma presilha banana (joga aí no Google). Eu borrifei litros de spray de fixação suave mais concentrado na raiz – fui levantando algumas mechas e borrifando – e depois puxei só a metade de cima e prendi com a presilha. Depois puxei uns cabelinhos, para criar esse “topetinho” na frente.

 

Por hoje é só, curtiram? Então vem comigo fofocar mais lá no meu Facebook

HUÁ HUÁ

BJÓN

Ju Romano

Uma gordinha, de cílios longos e pernas curtas. Defensora da liberdade de ser quem e como a gente é, sempre com muito amor próprio.

No Comments Yet

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>





©2013-2016 Juromano - Todos os direitos reservados